radiocaicoentrevista

Preconceito: Escolas Particulares de Caicó se negam a fazer matrícula de autistas

Em Responsabilidade Social por Gláucia LimaDeixe um comentário

O preconceito e a falta de preparo educacional têm contribuído para uma verdadeira batalha enfrentada por pais de alunos com autismo na hora de matricular os filhos em escolas particulares de Caicó. O Psicanalista Francisco Santos acalorou o debate promovido no Programa Na Íntegra, na Rádio Caicó, ao declarar que muitos pais de filhos autistas que o procuram para tratamento, reclamam da falta de inclusão.

“Sempre recebo alguns pais angustiados que me reclamam da dificuldade de matricular os filhos em escolas particulares de Caicó”, declarou. José Alves, pai do pequeno Gabriel, é prova viva das dificuldades enfrentadas. Ele visitou várias escolas com o intuito de matriculá-lo, mas houve recusa. “Em minha última tentativa consegui no Instituto Pilares. Considero esta recusa preconceito e isso deve ser revisto”, disse.

Na iniciativa pública o sistema também é falho. “A minha salvação por muito tempo foi a APAE”, acrescentou.

 

– Inclusão de autistas, um direito que agora é lei

Nas últimas semanas, um tema não muito frequente tem tomado as manchetes de jornais e revistas: o autismo. As polêmicas giram em torno da Lei nº 12.764, que institui a “Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista”. Sancionada em dezembro do ano passado pela presidente Dilma Rousseff, a medida faz com que os autistas passem a ser considerados oficialmente pessoas com deficiência, tendo direito a todas as políticas de inclusão do país – entre elas as de Educação.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
Gláucia LimaPreconceito: Escolas Particulares de Caicó se negam a fazer matrícula de autistas