raissaemanuelle_nutricionista_inttegrale

Por uma alimentação mais saudável em Caicó: Veja entrevista com a nutricionista Raissa Emanuelle

Em Saúde por RedaçãoDeixe um comentário

Hoje em dia um dos assuntos que mais estão em evidência gira em torno da alimentação saudável. Um mix entre ingredientes já conhecidos por suas excelências nutricionais e mais uma leva de novos que passaram a integrar a cartela dos bem vindos à nossa mesa. Desse modo, cabe aos profissionais da Nutrição guiar aqueles que desejam alinhar essa proposta às suas vidas de modo compatível com a sua genética, necessidades e gostos pessoais.

Convidamos a nutricionista Raissa Emanuelle (CRN/6: 5665), consultora da Integralle – Alimentos Saudáveis, coordenadora da equipe técnica da IV URSAP e profissional clínica domiciliar a tornar claro aos leitores da Collecione, os melhores caminhos para se chegar a uma alimentação saudável em Caicó. De quebra, ainda proseamos um pouco sobre carreira (assim a galera que está apta a fazer vestibular fica sabendo um pouco mais sobre a área). Vamos lá:

Collecione: Porque decidiu enveredar pela área da Nutrição? Alguma influência despertou essa vontade? 
Raissa Emanuelle: “Na época em que fiz vestibular, no ano de 2002, o curso de Nutrição era pouco conhecido/divulgado. Existiam poucos nutricionistas no nosso município e realmente não recebi nenhuma influência para a escolha do curso. Já tinha decidido que seria um curso na área de saúde porque eram matérias às quais eu me identificava, como biologia e química. Diante disso, comecei a pesquisar e decidi que o curso de Nutrição seria a melhor escolha. E hoje sou totalmente realizada e completa com a profissão que escolhi”.

Collecione: Você tem um curso em segurança alimentar, não é?! Conte-nos mais a respeito. 
Raissa Emanuelle: “No ano de 2011 participei através do Projeto Redesan, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), do curso de formação de gestores públicos em Segurança Alimentar e Nutricional. Tal curso foi promovido pelo Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) em parceria com a UFRGS e a Fundação de Apoio da UFRGS (FAURGS), na modalidade a distância e carga horária de 160 horas. Também participei do II Encontro Nacional de Gestores de Equipamentos Públicos de Alimentação e Nutrição – II ENGEPAN realizado em dezembro de 2009, na Escola de Administração Fazendária do Ministério da Fazenda em Brasília/DF”.

Collecione: Como se deu a consultoria com a Inttegrale – Alimentos Saudáveis? Como foi que você chegou a empresa? Como foi o passo a passo para criação do cardápio e treinamento dos colaboradores)? Você realizou pesquisas no setor?
Raissa Emanuelle: “A Inttegrale nasceu do interesse dos empreendedores Delly e Fred Costa em ofertar para cidade de Caicó uma alternativa de uma alimentação de qualidade, que fosse saudável, saborosa e ao mesmo tempo prática para o consumidor. Inicialmente conversamos sobre qual seria o tipo de refeição (congelados, saladas, sopas, lanches) e qual a estrutura e mão de obra disponíveis para a produção das refeições. Diante de todo planejamento decidimos que os congelados light seriam a melhor opção. O segundo passo foi a escolha do cardápio e por meio de algumas pesquisas na internet de empresas que trabalham com a mesma linha de produtos – como a Nutrifresh Alimentação Inteligente e Débora Vargas Nutricionista – foram criados seis pratos iniciais compostos de muito sabor, carboidratos complexos e integrais, baixo teor de gordura e sódio, isento em glúten, sem conservantes e corantes, mas ricos em proteínas magras de boa qualidade. Para criação das receitas também levei em consideração e priorizei alimentos ofertados no nosso município. O teste dos cardápios foi feito juntamente com uma cozinheira e uma auxiliar de cozinha, que receberam orientações sobre as Boas Práticas para Manipulação dos Alimentos e a importância da utilização dos Equipamentos de Proteção Individual – EPI – (touca, máscara e luva). Após realizarmos os testes, foram produzidas as fichas técnicas de cada refeição padronizando desta maneira a receita e o peso de cada refeição”.

Collecione: Como você visualiza o segmento de alimentação saudável? Como nutricionista, o que você tem a dizer aos leitores da Collecione que se preocupam em preservar a saúde e se manter mais distante de industrializados com técnicas não tão saudáveis em sua fabricação? 
Raissa Emanuelle: “O segmento da alimentação saudável vem crescendo de forma intensa e se solidificando nos últimos anos. Esse crescimento reflete a preocupação da população em manter e melhorar a saúde por meio de uma alimentação balanceada, equilibrada e saudável. Diante da epidemia das Doenças Crônicas Não Transmissíveis – DCNT – (Obesidade, Hipertensão, Diabetes, Cardiopatias e Câncer) e da ligação destas doenças com alimentação inadequada, as pessoas vêm priorizando as mudanças de hábitos e uma alimentação, consequentemente, mais saudável. Outro fator que auxiliou nesse crescimento foi o “universo fitness” que intensificou a procura, o crescimento e a adesão de mais pessoas a este universo. Por sua vez, os industrializados que são divididos em alimentos processados (receberam sal e açúcar para durar mais) e ultraprocessados (refeições prontas, feitas de extratos dos produtos naturais e nutricionalmente desbalanceados) devem ser evitados pela alta concentração de conservantes, sódio, gordura saturada, corantes e açúcares simples. Esses ingredientes tem a função de intensificar e tornar agradável o sabor desses produtos e prolongar o tempo de prateleira. O ideal é consumir os alimentos na sua forma natural e evitar o uso de industrializados”.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
RedaçãoPor uma alimentação mais saudável em Caicó: Veja entrevista com a nutricionista Raissa Emanuelle