espacocultural_periferiadecaico

Moradores do bairro João XXIII em Caicó transformam lixões em espaços culturais

Em Histórias por RedaçãoDeixe um comentário

O que antes era local para acumular lixo, aos poucos vai se transformando em espaços onde a cultura fala mais alto. É essa a realidade em que vem acontecendo no bairro João XXIII, na zona oeste de Caicó. A rotatória que liga o Centro da cidade ao bairro é um destes exemplos. Marcos Dedé, artesão e sacristão, da Paróquia de São José teve a ideia e contou com a ajuda de vários moradores do bairro, dentre eles do Conselho Comunitário, na pessoa do presidente Delosman Soares.

A primeira ornamentação no local foi realizada no período natalino de 2015. Marcos usou garrafas pet para construir uma árvore de Natal. “Quem passava aqui antes observava a presença de muito lixo na margem do Rio Barra Nova e o mais importante é que os moradores aprovaram a iniciativa e passaram a colaborar, evitando jogar lixo neste local”, conta.

Após o Natal, a rotatória também recebeu uma decoração natalina, e neste mês de julho, onde a cidade reverencia a padroeira Sant`Ana, Marcos e a comunidade decidiram erguer um altar em homenagem à santa. “O rio está morto mas a nossa fé está viva! O seridoense tem essa virtude de nunca perder a esperança e a fé. Para confeccionar o altar de Sant`Ana usamos caixas de papelão, rosas e muitos materiais recicláveis. O que nos gratifica é saber que o local já está sendo visitado por pessoas do bairro e de toda Caicó”, comemorou Marcos.

Ana Sueli de Araújo, mais conhecida por Dona Naninha, mora há poucos metros da rotatória do bairro João XXIII. Ela, melhor do que ninguém faz questão de reafirmar a importância que as ornamentações vem tendo para transformar o local. “Aqui antes era um lixão. Era porco, galinha, tudo que é bicho morto. E depois que eles começaram a montar esses presépios e árvores de Natal, a situação começou a mudar. O que tem de gente que já veio aqui, até de outras cidades para fotografar nosso bairro. Toda hora vem gente aqui!”, diz.

Para Delosman Soares, presidente do conselho comunitário do referido bairro, o João XXIII não poderia ficar de fora das festividades de Sant`Ana e reconhece que a construção do altar na rotatória foi a melhor maneira encontrada para chamar a atenção da população, de que no bairro existem pessoas preocupadas com a educação ambiental. “Também queremos com isso chamar a atenção dos nossos governantes para alguns problemas do nosso bairro, como a questão do saneamento básico que, na época, que foi feito não existiu um estudo. Todas as águas de esgotos deságuam em galerias a céu aberto”, concluiu.

Com informações do blog Marcos Dantas

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
RedaçãoMoradores do bairro João XXIII em Caicó transformam lixões em espaços culturais