Selma-Jerônimo-Médica-Cientista

Médica seridoense, já considerada cientista, é eleita para a Academia de Ciências da América Latina

Em Histórias por RedaçãoDeixe um comentário

A médica Selma Maria Bezerra Jeronimo, professora do Departamento de Bioquímica, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e dos Programas de Pós-Graduação em Bioquímica e em Ciências da Saúde, foi aceita como membro titular da Academia de Ciências da América Latina (ACAL). Natural de Serra Negra do Norte, no RN, a cientista foi admitida neste mês de maio, por indicação do neurocientista Sidarta Ribeiro, vice-diretor do Instituto do Cérebro (ICe), na ACAL desde 2016.

Doutora em Biologia Molecular, Selma tem uma longa trajetória nos estudos dos fatores de risco para o desenvolvimento de doenças complexas, incluindo leishmaniose, hanseníase, Guillain Barré e pré-eclâmpsia. Descreveu a urbanização da leishmaniose visceral (LV) no Rio Grande do Norte e a infecção assintomática por Leishmania, o que permitiu estudar fatores genéticos envolvidos no risco de desenvolver doença. Sua eleição na ACAL é mais um reconhecimento de sua contribuição para o progresso da ciência e integração humana, cultural e social da América Latina e Caribe.

É filha de Dona Dulce e Seu Osvaldo da Padaria, que constituíram uma família estimada em Caicó.

Por Heitor Gregório via Tribuna do Norte

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
RedaçãoMédica seridoense, já considerada cientista, é eleita para a Academia de Ciências da América Latina