economiapotiguar_criseeconomica_capa

Driblando a crise: Como empresas caicoenses continuam a crescer em um cenário de adversidades

Em Economia/Negócios por Redação1 Comentar

Um dos assuntos mais comentados da atualidade gira em torno da recessão econômica que assola o Brasil e os seus efeitos para a sociedade em geral. Em Caicó, a configuração não é diferente, no entanto, mesmo diante deste panorama de dificuldades, existem empresas que mantém-se equilibradas por saberem ajustar-se com modificações pertinentes ao momento. Certas táticas resultaram, inclusive, em crescimento para a surpresa de alguns.

Atentos ao que acontece em nossa cidade, nós que fazemos a Collecione apontamos três exemplos que, em distintos segmentos de atuação, que representam bem esta dinâmica e mostram que fazendo uso da criatividade e de jogo de cintura pode-se driblar a crise, crescer e fazer acontecer. A MH Maison, boutique de alto padrão da cidade, foi inaugurada há menos de um ano, apesar do pouco tempo de existência, a empresa já nasceu com ares de grande empreendimento devido o seu planejamento totalmente esquematizado pelos seus gestores. Um dos pontos altos da loja é unificar 80% de seus investimentos publicitários no meio digital com foco nas redes sociais.

A cada quinze dias, a MH Maison lança um novo editorial virtual com cliques memoráveis que valorizam não só as peças apresentadas, como também todo um estilo de vida que a marca sempre transmite em seus trabalhos. Uma boa e talentosa equipe fica nos bastidores, idealizando cada ação. “Enxergamos e tratamos nossas redes sociais como fortes aliadas da nossa empresa. O que demanda planejamento, reuniões, pesquisas e investimentos. Mensalmente reunimos nossa equipe de colaboradores para organizarmos e somarmos ideias, sempre de olho nos detalhes, buscando qualidade e resultados ousados”, afirma Amós Fonseca, coordenador de estilo da MH Maison.

economiapotiguar_driblandoacrise_mhmaison

No segmento de construção e itens domésticos, a Madesel é imbatível em Caicó. Famosa por estar sempre trazendo as novidades mais quentes do setor, ela cresce com jogo de cintura e mostra fôlego de sobra, proveniente de sua experiência de décadas no mercado. Todos os meses a loja traz lançamentos, porém nesta temporada, mais do que nunca ela está priorizando produtos funcionais e ainda assim mantêm-se na mídia em vários veículos.

“Penso que inovar não é somente ter uma boa ideia, mas tentar fazer algo diferente e pôr em prática a sua ideia. Em Caicó não temos água em abundância, então trouxemos grama sintética para unir o útil ao agradável e continuar a abrilhantar as obras e casas dos nossos clientes”, nos conta Lucia Dantas, uma das gestoras da Madesel Home Center.

economiapotiguar_criseeconomica_madeselhomecenter

Já no setor de automóveis, a dinâmica segue os mesmos passos. Um ótimo exemplo está na F1 Auto Center, como garante o seu gestor, Josivan Brito: “Em meio a essa turbulência econômica, a F1 Auto Center continua a crescer porque visa investir com consciência. Nossa frota de carros está centrada em um leque mais compacto de opções de veículos semi-novos com excelente custo-benefício, tanto em relação a combustível, quanto diante de uma maior valorização do carro para uma futura troca”.

economiapotiguar_driblandoacrise_f1autocenter

O atendimento é um dos elos cruciais que a empresa busca valorizar perante o cliente, afinal esta etapa é decisiva na hora da confirmação da compra. “Realizamos uma consulta específica com cada cliente e desenvolvemos um plano certeiro diante do que ele quer e pode pagar. Esse recurso gera a satisfação e a propagação positiva dos nossos serviços. Em razão de tudo isso ainda estamos nos mudando este mês ainda para um espaço mais amplo na busca por dispor de forma mais agradável os nossos carros e oferecer mais comodidade aos nossos clientes”, resume.

A grosso modo, a palavra-chave para direcionar bons fluídos em um momento delicado como esse é bom senso. Mais do que nunca, as empresas estão planejando e quando falamos em “planejamento” imediatamente devemos imaginar o respaldo adequado de profissionais competentes para tal, independente de sua função. Todas as etapas precisam estar alinhadas: do produto que você vende, passando pela equipe de vendas até chegar na forma como você irá comunicar ao público que aquilo está a venda.

Pensar, definir e agir. A hora é agora! Quem é bom, fica, mas é preciso ser ótimo para se destacar e garantir a fidelidade do público. E aí? Já sabe o que fazer?

Por: Fred Costa
Imagens: Arquivo Collecione

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
RedaçãoDriblando a crise: Como empresas caicoenses continuam a crescer em um cenário de adversidades
  • Gilberto Fernandes

    Bom texto. Parabéns!