caicocidadelindaporclovisaladim

Caicó, cidade linda?

Em Opinião por RedaçãoDeixe um comentário

Caicoense dos mais nobres, não em relação ao poder aquisitivo, mas sim diante de sua alma, o fotógrafo Clóvis Aladim Monteiro, atualmente morador da cidade de Campina Grande, na Paraíba, consegue captar como poucos, os nuances do cotidiano. Suas percepções são transformadas em arte e projetadas pelas lentes de sua câmera.

Em tempo de redes sociais, ele desabafou no Facebook sobre a situação atual de sua querida terra natal, em recente visita durante os festejos deste fim de ano, o artigo viralizou na Internet ganhando inúmeras curtidas e diversos compartilhamentos. Na íntegra e a seguir, leia:

 

“Temo ser mal interpretado ou obter por meio deste desabafo uma repulsa. Mas fiquei me perguntando se Caicó é uma cidade que admiro como antes. Será que sempre foi assim e eu nunca tinha visto? Mas assim como? Vejo sempre que volto, as pessoas do meu tempo que moravam aqui, nas praças, lojas e supermercados. Algumas tomando sorvetes a tarde ou caminhando na ilha. Essas pessoas continuam mais lindas, elas ou me incluindo, “nós”, estamos sempre lindos. Montados no último ‘grito’ da moda. As peles das garotas são de fazer inveja ao pêssego e os óculos de deixar a última semana de moda invejosa. As pessoas estão e são incríveis! Só se fala em sucesso, em beleza e na vaidade que pairou na terra de Sant’Ana. E eu vou junto!

Subo e desço a Avenida Coronel Martiniano atrás do novo óculos Prada e depois saio feliz para a Praça dos Trailers, visto minha camiseta nova e vou comer um ‘daqueles’. Tudo estaria perfeito se a cidade não tivesse um único defeito: Caicó não está bonita, arrumada, produzida… Como as pessoas que nelas moram! É destoante! Os banheiros da Praça dos Trailers são podres e não é qualquer latrina que é daquele jeito. A praça, onde se reúnem as pessoas mais bacanas, não parece ser bacana. Fede! Fede! Fede muito! E Fede a desleixo!

Saindo de lá, desço a procura do Natal e vi um presépio lindo, feito por Magão, mas ali, sem um envolucro que envolvesse e o respeitasse como artista. Nenhuma luz, nenhuma placa, nenhuma festa e nenhum cabimento foi dado a Magão. Nem foi dada um pisca pisca a cidade… A cidade apagada! A cidade é apagada! Não há comemoração e não se fala em Natal! Festa de Ano Novo!? Tem, mas é privada! Fechada! Para poucos, para nós que somos lindos e podemos pagar. Mas e os outros? Ah! Os outros ficam por ali, vão para a Ilha de Sant’Ana ou ficam em casa vendo o Show da Virada, da Rede Globo.

Mas nada disso é pior do que quando você sente na pele o descaso da saúde. Meu pai, passou mal e muito mal, me dirigi até o Hospital Regional para uma urgência e lá foi feito um exame, um eletro que não saiu na hora por que a caneta que risca o papel tinha acabado a tinta e não havia outra. O Hospital mais parecia um cenário abandonado, sujo e descuidado com pessoas maravilhosas trabalhando, porém sem dignidade.

Me deparo com a música de Chico César, que fala ‘é com e sem, todo mundo e ninguém, pé de xique-xique, pé de flor’ e fico vendo essa diferença, vejo que precisamos acordar, abrir os olhos e tentar fazer algo. Porque eu me incluo nos que não fazem nada. Eu me incluo nos que só pensam em comprar um novo óculos, uma nova roupa, um novo carro e não pensa no comum, no comunitário.

Seria lindo acordar e sentir o cheiro não só do perfume, mas também das praças e dos banheiros, seria incrível que o reflexo dos óculos fossem também do brilho das luzes de natal, seria maravilhoso que a saúde e a educação fosse tratada com a vaidade que nos orgulha tanto em sair de casa. Eu me sinto medíocre e pequeno, e acredito que como eu, deva existir alguém que ama essa cidade e que pensa assim também. Queria ajudar de alguma forma e a forma que encontrei hoje foi essa carta. Esse manifesto que talvez não sirva ou talvez plante uma semente de pensar, de acreditar e quem sabe, fazer algo… Eu acredito que juntos poderíamos construir uma cidade melhor, já que governantes não sentem cheiro, não enxergam e não “se tocam” ou sequer tocam o coração da cidade.

Feliz ano novo Caicó!”

 

Gostou? Compartilhe!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
RedaçãoCaicó, cidade linda?