ponto

Aniversário de Caicó: O que comemorar e o que lamentar

Em Opinião por RedaçãoDeixe um comentário

Mais um aniversário da nossa querida Caicó está chegando ao fim e com ele aqui fica uma reflexão: o que comemorar e o que lamentar? Podemos começar a enumerar as melhorias que precisamos – e tanto clamamos! – a partir da falta de segurança pública, a violência urbana chegou e infelizmente está conquistando espaço em nosso dia a ida. O antes impensável, hoje já possível: onda de assaltos e assassinatos a sangue frio estão sendo episódios comuns. Aonde vamos parar?

Tudo isso pode ser explicado pela também falta de efetividade política em nossa cidade. O nosso prefeito precisa tomar, literalmente, partido de nós. As eleições passaram, agora precisamos de ações e parcerias eficazes com o governo estadual e federal. Cadê? Cadê? Queremos ao menos explicações… Dando continuidade, a quantas anda a construção do Distrito Industrial de Caicó? Uma cidade pólo como a nossa precisa de um campo específico como este para o desenvolvimento de atividades mais consistentes a nossa economia. Ninguém nunca mais ouviu falar nele e aí como é que vai ficar? Enfim, a lista de lamentações não para por aqui, porém estes tópicos podem ser considerados os mais relevantes.

Vamos falar sobre o que nos faz felizes? É bom começar citando que Caicó só conseguiu se transformar nesta marca tão forte e de sucesso, graças a fé do seu povo, o grande trunfo da cidade, pois é a partir disto que chegamos às demais comemorações: a peculiar e deliciosa gastronomia; os novos profissionais que saíram em busca de melhor formação superior e agora estão retornando para contribuir com seus ofícios; o Comércio, a grande força motriz da cidade; os novos cursos universitários que estão chegando e que por isso nossos conterrâneos não precisam mais sair daqui pra investir em seu futuro; as novas franquias que enxergam em Caicó uma ótima oportunidade de negócio e etc, etc, etc…

É bem verdade que as alegrias superam as tristezas, mas não podemos nos conformar com essa realidade. Precisamos estar sempre atentos: cobrar de quem compete e agir como cidadãos responsáveis. A partir deste entendimento em comum conseguiremos estabelecer um novo elo com o futuro e dar início a uma fase gloriosa das nossas vidas e consequentemente de Caicó. Vamos que vamos!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
RedaçãoAniversário de Caicó: O que comemorar e o que lamentar